O Resultado de uma Igreja Cheia da Unção

O Resultado de uma Igreja Cheia da Unção

Publicado em 29/08/2017

Compartilhe

Em Atos 2.42-47 nós encontramos os resultados da Igreja do Novo Testamento cheia da unção.

No Livro de Atos, a Igreja tinha apenas começado. A Experiência do Pentecostes aconteceu no começo do capítulo 2 de Atos e a Igreja começou a crescer imediatamente.
O zelo, entusiamo, determinação e dedicação na Igreja do Novo Testamento era maravilhoso.
Nestes ultimos dias nós precisaremos ser tão comprometidos como a Igreja do primeiro século foi afim de vermos os resultados que eles experimentaram.

Uma Igreja cheia da unção sempre será uma Igreja dedicada ao estudo das Escrituras – Atos 2.42. Os primeiros discipulos permaneceram firmes no ensino dado pelos apóstolos. Hoje, infelizmente há muitas filosofias flutuando no meio da Igreja Global e é nosso dever voltarmos para a Bíblia!

Uma Igreja cheia da unção será uma Igreja de Comunhão – koynonia.  Nós lemos que a Igreja Primitiva vivia em comunhão, compartilhando o pão, e eles permaneciam em concordancia no templo (Atos 2.42,46). Há desunião em muitos lugares que você vai, mas em uma igreja cheia de unção sempre haverá união e comunhão. A unidade sempre prescede a unção de acordo com Salmo 133. Nós demos viver em comunhão uns com os outros.

Uma Igreja cheia de unção verá sinais e maravilhas. Sinais e maravilhas eram experiencias diarias na igreja primitiva, segundo Atos 2.43 e a Bíblia declara que “estes sinais seguirão aos que creem, em meu nome expulsarão demonios, falarão novas linguas, pegarão em serpentes, e se beberem algo mortal, isso não lhes fará dano algum; colocarão as mãos sobre os enfermos e eles serão curados” Marcos 16.17-18.

Há um poder libertador no Nome de Jesus! Jesus tem poder sobre qualquer doença, demonio, desencorajamento, depressão, etc… Uma igreja cheia da unção usará este poder que tem para ver as maravilhas de Deus se manifestando.

Uma Igreja cheia da unção será uma Igreja que ora (Atos 2.42). Uma família que ora junto permanece junto. Uma Igreja que ora junto permanece junta. Afim de vermos milagres, precisamos ter o desejo de orar. A oração é a mais poderosa ferramenta que a Igreja tem. Afim de vermos o Avivamento alcançar as nações, temos que orar, pois uma Igreja cheia da unção ora.

Uma Igreja cheia da unção será uma Igreja generosa. A Igreja Primitiva vendeu suas posses para que a obra pudesse avançar e, assim, alcançar mais almas – Atos 2.44-45. Eles tinham um coração generoso e um coração missionário.

Uma Igreja não poderá ser cheia da unção até que tenha um coração disposto a doar generosamente! Você não pode doar sem Deus!

Uma Igreja cheia da unção será uma Igreja que cresce constantemente. Em Atos 2.47 a Palavra declara “… E o Senhor acrescentava à Igreja diariamente as vidas a serem salvas”.

Uma igreja cheia da unção será uma igreja que entende que o que importa é a eternidade. Almas sendo salvas é o maior dos milagres que acontecem na terra. Uma alma salva é um milagre eterno.

Uma Igreja cheia da unção nunca será uma igreja complacente, mas está sempre alcançando a outros com a mensagem de Cristo. Devemos ter uma ambição santa por missões, por almas salvas.

A Igreja Primitiva  foi uma Igreja Cheia da Unção e oro para que Deus nos dê o anseio e a fome por mais de Deus, assim como a Igreja Primitiva tinha!

 

Por Bispo Shannon Truelove
Superintendente Nacional da IPCC